Esse assunto tão polêmico ainda não acabou e ainda está muito longe de acabar, pois quando falamos de sexo os mitos e tabus são imensos. Aquelas velhas e mesmas perguntas de sempre: Isso pode ou não pode? Aquilo pode ou não pode? é verdade ou mito isso ou aquilo?

Quem faz a transa acontecer é você, então você e seu parceiro diz o que pode e o que não pode.

 

É importante gozar numa transa?

 

É importante saber que você pode gozar, mas não necessariamente precisa. Sentir prazer sem chegar ao orgasmo é muito bom. E ficar com a ideia fixa de que é preciso ter um orgasmo pode atrapalhar o sexo.

 

Mulher seduz, homem é seduzido

 

Isso é mais um mito fruto do machismo da sociedade. Enquanto a mulher se ocupa das lingeries, danças sensuais e toda a sedução, homens apenas precisam estar lá. Mas, calma aí, nós também precisamos ser provocadas para ficar excitadas.

 

É preciso se manter bonita durante a transa

 

Ficar preocupada com sua aparência durante o sexo faz com que você se desconcentre e acabe deixando de curtir. Na hora H, não importa como sua como você está o importante na hora é fazer bem feito e gostoso.

 

Mulheres ou Homens adoram anal, quem gosta mais

Muitas mulheres adoram anal, assim como tem homem que não gosta. Como qualquer outra prática sexual, o gosto varia de pessoa para pessoa. O fetiche está mais concentrado na ideia de que o sexo anal é algo proibido (e não é)

 

Masturbação é coisa certa ou errada?

Ainda é tabu para muitas mulheres que: ou consideram a masturbação fonte de culpa ou coisa de quem não faz sexo. Mas as especialistas são unânimes: tocar-se é muito importante, pois só assim você pode conhecer melhor seu corpo e entender o que dá ou não prazer

 

Sexo se faz, não se fala

Muitos casais simplesmente não conseguem falar sobre sexo. Mas conversar sobre isso é muito importante. Se vocês falam sobre o que acontece na cama, podem compartilhar do que gostam ou não, melhorando o desempenho. Além disso, falar faz com que o assunto deixe de ser tabu e tudo fica mais leve e gostoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *